Fiocruz na 15ª Semana Nacional de Ciência e Tecnologia

A Fundação Oswaldo Cruz  participará da 15ª Semana Nacional de Ciência e Tecnologia (SNCT). O evento, que ocorre oficialmente de 16 a 20 de outubro, contará com atividades de divulgação científica em centenas de instituições de ensino e pesquisa por todo o país.

Confira a programação da SNCT 2018.

 “Ciência para a Redução das Desigualdades”

A Semana Nacional de Ciência e Tecnologia tem como objetivo aproximar Ciência e Tecnologia da população. A ideia é criar uma linguagem que possa ser entendida por todos, para motivar o debate sobre as questões sociocientíficas, e gerar um conhecimento mais aprofundado sobre o assunto.

O tema da SNCT 2018, “Ciência para a Redução das Desigualdades”, foi escolhido com base na Agenda 2030 da ONU e seus 17 Objetivos de Desenvolvimento Sustentável, especificamente o décimo – Redução das Desigualdades. O uso social da Ciência e da Tecnologia, quando incentivado, possibilita a ampliação do combate às desigualdades sociais. Dessa forma, é possível debater sobre como as Ciências Sociais e Humanas podem contribuir para a diminuição desse problema no Brasil.

Acesse a página da SNCT 2018

Mestrado e Doutorado Acadêmicos SCM e PASCM 2019 – IFF/FIOCRUZ

As chamadas públicas para as turmas de 2019 dos cursos de Mestrado e Doutorado Acadêmicos em Saúde da Criança e da Mulher (SCM) e Pesquisa Aplicada à Saúde da Criança e da Mulher (PASCM), do IFF/Fiocruz, já encontram-se disponíveis para consulta.

Todas as inscrições vão de 01 a 11 de outubro de 2018. Confira as orientações necessárias para participar de cada processo seletivo:

SCM

PASCM

Observatório de Política e Gestão Hospitalar

O Observatório de Política e Gestão Hospitalar é um projeto em desenvolvimento da Fundação Oswaldo Cruz que pretende produzir e disseminar informações teóricas e práticas, auxiliando no debate e aperfeiçoamento da política de saúde no campo da atenção hospitalar.

A plataforma online segue o conceito de Telessaúde, que utiliza as Tecnologias de Informação e Comunicação (TIC) para oferecer serviços e cuidados em saúde à distância: nela contém publicações de estudos e informações relevantes à gestão da área, além de dados estruturados sobre saúde da população, capacidade instalada da rede hospitalar e produção dos serviços dessas unidades. Todo o material encontra-se acessível, tanto a colaboradores quanto ao público em geral. No momento, apenas informações do estado do Rio de Janeiro estão disponíveis para consulta.

Confira!

Projeto “Robótica pela Vida” em desenvolvimento no Labtel IFF

As oficinas educativas do “Robótica pela Vida” já começaram. Desde o dia 14 de maio, profissionais envolvidos no projeto têm estado presentes no Laboratório de Telessaúde do IFF/Fiocruz para iniciar os conhecimentos sobre robótica e suas aplicações. Os pacientes do instituto também terão a oportunidade de aprender sobre o assunto, através da interação com experimentos tecnológicos criados a partir dessas oficinas.

Labizinho, nome escolhido para o robô do projeto

Haverá um robô humanoide (foto) que as crianças e adolescentes poderão controlar remotamente, programando seus movimentos e reações. Esses comandos serão assistidos na íntegra, por meio de webcam, sendo executados, além de ser possível também acompanhar outros comandos programados por terceiros. Com essa prática, pretende-se compartilhar com essas crianças e adolescentes noções de robótica, recursos de IoT e outras tecnologias conectadas, para que possam, futuramente, desenvolver seus próprios experimentos remotos.

Internet das Coisas e crianças

A IoT (Internet of Things, ou Internet das Coisas em português) é um conceito tecnológico que consiste em integrar sistemas inteligentes a necessidades individuais. Basicamente, facilita processos em diversas áreas, tendo utilidade tanto para fins profissionais quanto sociais e pessoais.

Quando se trata de IoT aplicada às crianças, acredita-se que haja um aumento da criatividade e aprendizado, uma vez que esse conceito está cada vez mais presente em brinquedos recém-lançados. Ou seja: quando a criança interage com tal brinquedo tecnológico, ao mesmo tempo que se diverte, também é capaz de desenvolver competências e autonomia.

Projeto de combate à mortalidade materna em debate no HFB

Reunião aconteceu no auditório da Maternidade do Hospital Federal de Bonsucesso

A equipe do Laboratório de Telessaúde do IFF/Fiocruz falou sobre o projeto “Zero Mothers Die” durante a reunião da Câmara Técnica de Atenção Materna e Perinatal do Departamento de Gestão Hospitalar. O evento ocorreu no dia 22 de maio, no Hospital Federal de Bonsucesso (RJ), e teve como tema “Zero Morte Materna”.

O “Zero Mothers Die” é uma iniciativa global de Tecnologia da Informação e Comunicação (TIC). Tem como objetivo contribuir com a diminuição da mortalidade materna, utilizando-se de uma aplicação móvel que disponibiliza informações importantes sobre gravidez saudável e cuidados de recém-nascidos.

De acordo com dados da Rede Interagencial de Informações para a Saúde – RIPSA, a morte materna ocorre quando uma mulher morre por causas relacionadas ou agravadas pela gravidez, ou por medidas em relação a ela, no período de gestação ou até 42 dias após seu término.

Dia Mundial de Doação de Leite Humano

No próximo sábado (19/5) comemora-se o Dia Mundial de Doação de Leite Humano. A data, estabelecida pela Rede Global de Bancos de Leite Humano (rBLH), tem como característica principal incentivar a doação de leite materno.

A Fiocruz e a rBLH, aproveitando este dia, realizarão o “Mamaço Nacional” em 14 shopping centers espalhados pelo país, às 15h. O evento pretende promover a amamentação coletiva, para conscientizar a população da importância do aleitamento materno e doação de leite humano.

Confira neste link o que é preciso para ser uma doadora.

Quer saber mais informações sobre o “mamaço” e os locais onde ocorrerão a ação? Clique aqui.

 

SITE DA RBLH-BR

Anais do 8º CBTms (2017) são disponibilizados

Créditos: Telessaúde UERJ

Já encontram-se disponíveis os anais do 8º Congresso Brasileiro de Telemedicina e Telessaúde (CBTms).

Ocorrido em novembro de 2017, em Gramado (RS), com o tema “Telessaúde Transformando Realidades: Tendências e Impactos”, o evento contou com mais de 250 trabalhos em apresentações orais e de pôsteres, além de 130 palestrantes em 70 painéis.

Você pode acessar aqui para fazer o download do documento.

Saúde Indígena em debate no Laboratório de Telessaúde do IFF

Angélica Baptista (na frente) e Ianê Germano (ao fundo)

Realizou-se no dia 02 de maio (quarta-feira), no Laboratório de Telessaúde do Instituto Fernandes Figueira/FIOCRUZ, o SIG Saúde Indígena, da Rede Universitária de Telemedicina (RUTE). O evento, apresentado por Angélica Silva (IFF/FIOCRUZ), teve como tema o projeto “Grupo de Interesse Especial Tel@ Amazônia: Avaliação da Telessaúde para Segurança Alimentar e Nutricional de mães e bebês da floresta”.

O SIG (do inglês Special Interest Groups, ou Grupos de Interesse Especiais) em questão foi criado para promover, por videoconferência, a troca de conhecimentos técnico-científicos entre os profissionais de saúde participantes, para contribuir na estruturação do Subsistema de Atenção à Saúde dos Povos Indígenas.

Veja mais informações sobre esse e outros SIGs no site da RUTE.

Telessaúde apoia produção audiovisual do Portal de Boas Práticas do IFF

O Laboratório de Telessaúde do Instituto Fernandes Figueira (IFF/FIOCRUZ) colaborou com a produção de vídeos informativos para o Eixo Atenção às Mulheres, do Portal de Boas Práticas em Saúde da Mulher, da Criança e do Adolescente. Na ocasião, a equipe de audiovisual do setor ficou responsável pela montagem dos equipamentos, detalhes técnicos (captação de áudio, enquadramentos, iluminação), execução das filmagens e pós-produção, além de auxiliar na cenografia. As gravações ocorreram em fevereiro, no IFF.

O Portal de Boas Práticas é uma iniciativa do IFF, integrada por diferentes instituições de ensino e pesquisa do Brasil. Tem como objetivo compartilhar conhecimentos sobre as áreas da saúde da mulher, da criança e do adolescente, e estimular a discussão de temas importantes para melhorar a prática clínica nessas áreas.

Acesse e saiba mais.

Workshop IEEE sobre soluções TIC para eSaúde (ICTS4eHealth) – terceira edição

Acontecerá em Natal (RN), Brasil, a terceira edição do Workshop IEEE sobre Soluções TIC para eSaúde (ICTS4eHealth), durante o vigésimo terceiro Simpósio IEEE sobre Computadores e Comunicações (ISCC 2018), que será entre 25 e 28 de junho de 2018.

O ICTS4eHealth 2018 abordará as soluções TIC para eSaúde, especialmente baseando-se em Computação em Nuvem, Internet das Coisas (IoT) e Inteligência Computacional. Reunirá pesquisadores da Academia, indústria, governo e centros médicos, para apresentar o que é a última palavra em tecnologia na área emergente de uso de sistemas na nuvem em infraestrutura e aplicações de saúde conectadas, e também o uso da IoT e Inteligência Computacional técnica na área de eSaúde.

O prazo para submissão de trabalhos vai até 02 de abril de 2018. Encontre mais informações nas páginas do ICTS4eHealth e do ISCC.