Projeto “Robótica pela Vida” entre os homologados para o edital de recursos comunicacionais

Protótipo do Robô Labizinho, do projeto “Robótica pela Vida”

A proposta do Robô Labizinho, do projeto “Robótica pela Vida” do Laboratório de Telessaúde do Instituto Nacional de Saúde da Mulher, da Criança e do Adolescente Fernandes Figueira – IFF, ficou entre as 21 que foram homologadas na modalidade “aplicativos móveis” do edital para o desenvolvimento de recursos comunicacionais.

O aplicativo possui um sistema remoto, envolvendo um tablet e um robô humanoide. A previsão é que esse tablet seja disponibilizado a crianças e adolescentes, de maneira que possam utilizá-lo para comunicarem-se com esse robô.

Confira o edital da homologação das propostas para desenvolvimento de recursos comunicacionais aqui; e também o vídeo do professor César Bastos, pesquisador do LabVad, explicando um pouco mais sobre o projeto, aqui.

Deixe uma resposta

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.